segunda-feira, 29 de maio de 2017

Em jogo histórico, Vasco bate Fluminense de virada em São Januário

Em um jogo histórico em São Januário, o Vasco venceu, de forma emocionante, o Fluminense por 3 a 2. Com uma virada espetacular e apoiado por sua imensa torcida mais uma vez grande número, o Gigante da Colina chega a sua segunda vitória no Campeonato Brasileiro. Os gols vascaínos foram marcados por Luis Fabiano, Manga Escobar e Nenê. Henrique Dourado, duas vezes de pênalti, marcou para o adversário. O próximo jogo dos vascaínos será contra o Grêmio, dia 4, às 16 horas, na Arena do Grêmio.

image
Luis Fabiano marcou de cabeça o primeiro gol do Vasco - Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br

O JOGO
O primeiro tempo foi muito melhor para o Vasco, que dominou as ações e criou grandes oportunidades de gols. A equipe do Fluminense apostou nos contra-ataques e pouco assustou o Gigante da Colina.

O primeiro gol vascaíno aconteceu aos 25  minutos. Na primeira tentativa em jogada pela direita, Gilberto colocou a bola na área, Luis Fabiano raspou e a bola sobrou para Yago Pikachu, que dominou e cruzou novamente na área para Fabuloso marcar de cabeça. Vasco 1x0 Fluminense. 

image
Manga Escobar entrou no segundo tempo para decidir o jogo - Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br

No segundo tempo, as duas equipes voltaram sem mudanças. Precisando do resultado, o adversário foi para cima do Vasco. Aos 12 minutos, a arbitragem marcou pênalti para o Fluminense, e Henrique Dourado não desperdiçou. Pouco tempo depois, nova penalidade marcada para o tricolor e o atacante rival fez o segundo gol, virando o placar.

O técnico Milton Mendes fez mexidas importantes, colocando Nenê e Manga Escobar na partida. Aos 29 minutos, o colombiano realizou grande jogada pela esquerda, limpou a marcação com muito estilo e bateu no cantinho, deixando tudo igual. 

O Fluminense começou a valorizar a bola com muitos toques. Impulsionado por seus torcedores, o Vasco tentou em algumas oportunidades, mas não conseguiu furar o bloqueio de Diego Cavalieri. Até que, aos 48 minutos, em mais uma grande jogada de Manga Escobar, Nenê recebeu livre pela esquerda e chutou cruzado para marcar o gol da virada do Gigante da Colina em São Januário: 3 a 2!

image
Nenê comemora com Douglas o gol da vitória - Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

FICHA TÉCNICA – VASCO 3X2 FLUMINENSE
Competição: 3ª Rodada do Campeonato Brasileiro 2017
Local: São Januário, Rio
Data: 27 de maio de 2017
Horário: 16h (Horário de Brasília)
Público presente: 20.442 / Pagantes: 19.082 
Renda: R$700.560,00
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (SP)
Cartões amarelos: Jean e Luis Fabiano (Vasco) / Douglas e Marquinho (Fluminense)
Gols: Luis Fabiano (25'/1º Tempo), Manga (25'/2º Tempo) e Nenê (48'/2º Tempo) - Vasco / Henrique Dourado (13'/2º Tempo e 19'/2º Tempo) - Fluminense
VASCO: Martín Silva; Gilberto, Breno, Paulão e Henrique; Jean, Douglas, Yago Pikachu (Nenê), Mateus Vital (Muriqui) e Kelvin (Manga); Luis Fabiano. Técnico: Milton Mendes. 
Fluminense: Diego Cavalieri; Lucas (Marcos), Nogueira, Henrique e Léo; Orejuela, Douglas (Marcos Junior), Wendel e Gustavo Scarpa (Marquinho); Richarlison e Henrique Dourado. Técnico: Abel Braga. 

image

terça-feira, 23 de maio de 2017

Com show da torcida, Vasco vence Bahia em São Januário

Com presença marcante da torcida, o Vasco venceu o Bahia, por 2 a 1, na manhã deste domingo (21/05), em São Januário. A primeira vitória vascaína no Campeonato Brasileiro foi construída no segundo tempo com gols de Yago Pikachu e Luis Fabiano, que chegou ao 400º gol de sua carreira. Gustavo descontou para os baianos. No próximo sábado (27/05), o Gigante da Colina encara o Fluminense em casa, às 16 horas, pela terceira rodada da competição nacional. 

image
Yago Pikachu em momento de comemoração do primeiro gol - Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

O JOGO

O primeiro tempo foi todo do Vasco em São Januário. Com domínio completo das ações, o Gigante da Colina criou grandes oportunidades, mas parou no goleiro Jean, que fez defesas importantes para o Bahia. 

Aos 7 minutos, o time da casa chegou em jogada de bola parada. Douglas levantou na área, e Luis Fabiano apareceu bem para cabecear para a defesa do camisa 1 adversário. Pouco tempo depois foi a vez de Kelvin colocar velocidade pela esquerda e cruzar na área para o camisa 9 vascaíno chutar forte, mas parar novamente no goleiro baiano.
image
Zagueiro Paulão fez a sua estreia pelo Vasco - Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br

Apostando em jogadas rápidas pelas laterais, Gilberto em grande lance pela direita, driblou marcadores, chutou forte e a bola foi para fora após desvio muito perigoso. O Cruzmaltino foi superior durante toda a primeira etapa, mas não conseguiu abrir o placar.

Na volta para a segunda etapa, o Vasco se manteve forte no ataque. Aos 8 minutos, Martín Silva cobrou tiro de meta, Luis Fabiano dominou e tocou na medida para Yago Pikachu, que com categoria, abriu o placar para São Januário. A pressão vascaína na partida resultou no gol de Luis Fabiano aos 29 minutos. Em jogada de Gilberto pela direita, Kelvin tenta marcar, o goleiro Jean faz a defesa e, no rebote, Luis Fabiano não perdoou e aumentou a vantagem dos vascaínos: 2 a 0. 

Após o segundo gol, o adversário foi par o tudo ou nada e descontou aos 37 minutos, em chute cruzado de Gustavo. Apesar da pressão do Bahia no fim, o Gigante da Colina soube administrar bem o resultado e garantiu a primeira vitória no Campeonato Brasileiro.
image
Mostrando muita disposição, Luis Fabiano foi um dos destaques do Vasco - Foto: Paulo Fernandes/Vasco

FICHA TÉCNICA – VASCO 2X1 BAHIA
Competição: 2ª Rodada do Campeonato Brasileiro 2017
Local: São Januário, Rio
Data: 21 de maio de 2017
Horário: 11h (Horário de Brasília)
Público presente: 19.030 / Pagantes: 17.770   
Renda: R$ 649.110,00
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli (SP) e Daniel Luis Marques (SP)
Cartões amarelos: Jean,, Luis Fabiano, Martín Silva e Gilberto  (Vasco) / Gustavo e Armero (Bahia)
Cartão vermelho: Armero (Bahia)
Gols: Yago Pikachu (08'/2º Tempo) e Luis Fabiano (29'/2º Tempo) / Gustavo (37'/2º Tempo) - Bahia
VASCO: Martín Silva; Gilberto, Rafael Marques (Breno), Paulão e Henrique; Jean (Bruno Cosendey), Douglas; Yago Pikachu (Wagner), Mateus Vital e Kelvin; Luis Fabiano. Técnico: Milton Mendes. 
Bahia: Jean; Eduardo, Tiago, Éder, Tiago e Armero; Edson, Matheus Sales (Edigar Junio), Juninho e Diego Rosa (Zé Rafael); Gustavo e Maikon Leite (Allione). Técnico: Guto Ferreira.

quinta-feira, 20 de abril de 2017

90 ANOS DE SÃO JANUÁRIO


Os 90 anos de São Januário, que serão completados na próxima sexta-feira, estarão presentes nas novas camisas do Vasco para a temporada 2017.

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Vasco bate Botafogo e conquista o 10º título da Taça Rio de sua história

image
Jogadores vascaínos levantam a Taça Rio- Fotos: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Com show da torcida vascaína, o Vasco venceu o Botafogo, por 2 a 0, no Estádio Nilton Santos. Os gols foram marcados por Douglas e Luis Fabiano, que desencantou e garantiu o 10º título da história da equipe da Taça Rio. Atual bicampeão Carioca, o Gigante da Colina segue firme e forte na luta pelo Tri. O próximo desafio é o confronto contra o Fluminense, pela semifinal do Estadual.

O JOGO

image
Henrique supera a marcação de Sassá no primeiro tempo

Logo no primeiro minuto, o Botafogo chegou forte no ataque em cabeçada de Sassá. Apesar do susto inicial, o Gigante da Colina não demorou para responder. Aos cinco minutos, Douglas puxou contra-ataque e deixou para Luis Fabiano, que finalizou à esquerda do gol de Helton Leite. Após uma pressão inicial do alvinegro, os vascaínos equilibraram a partida e começaram a chegar mais no ataque.

Com uma forte marcação do Botafogo, Andrezinho e Henrique arriscaram chutes de longa distância, mas sem sucesso. Douglas, aos 19 minutos, esboçou talento e entrou driblando dois marcadores na área, mas o chute cruzado não foi forte. O clássico ficou muito truncado e faltoso a partir da metade do primeiro tempo tempo. Em outra bola aérea, aos 38 minutos, Bruno Silva obrigou Martín Silva a fazer grande defesa para salvar o Vasco e garantir o 0 a 0 no placar.
image
Luis Fabiano cabeceia com perigo na etapa final do clássico

No segundo tempo, o Cruzmaltino voltou com outra postura, pressionando no setor ofensivo e não dando espaços para o Botafogo. Aos oito minutos, Gilberto lançou na área, e Luis Fabiano cabeceou com muito perigo!
O técnico Milton Mendes colocou Guilherme no lugar de Andrezinho e deu mais mobilidade a equipe. No primeiro lance do jovem, o meia armou um salseiro na zaga alvinegra, quase marcando o primeiro. Na sequência, Guilherme fez boa jogada pela esquerda e sofreu falta de Marcelo, que recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso da partida.
image
Prata da casa Douglas comemora o primeiro gol da partida

Apesar do sufoco e do jogo estar encaminhando para os pênaltis, aos 41 minutos, Nenê cobrou escanteio na área, a bola sobrou para Douglas e ele não desperdiçou. Relembrando os tempos de base, quando era acostumado a balançar as redes contra o Alvinegro, o jovem chutou firme para abrir o placar: VASCO 1 x 0. Na sequência, em contra-ataque fulminante, Manga deixou Luis Fabiano livre para desencantar e marcar o segundo, garantindo o título: VASCO 2 x 0!
FICHA TÉCNICA – VASCO 2X0 BOTAFOGO
Competição: Final da Taça Rio 2017
Local: Estádio Nilton Santos
Data: 16 de abril de 2017
Horário: 16h (Horário de Brasília)
Público presente: 20.469 / Pagantes: 17.969  
Renda: R$ 532.900,00
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo
Assistentes: Silbert Faria Sisquim e Jackson Lourenço Massarra dos Santos
Cartões amarelos: Yago Pikachu, Rodrigo, Rafael Marques, Guilherme e Douglas (Vasco) / Matheus Fernandes, Bruno Silva, Marcelo, Dudu Cearense e Fernandes (Botafogo)
Cartão vermelho: Marcelo e Bruno Silva (Botafogo)
Gols: Douglas e Luis Fabiano (Vasco)
VASCO: Martín Silva; Gilberto, Rafael Marques, Rodrigo e Henrique (Wagner); Jean, Douglas Luiz, Andrezinho (Guilherme), Yago Pikachu (Manga) e Nenê; Luis Fabiano. Técnico: Milton Mendes. 
Botafogo: Helton Leite; Marcelo, Renan Fonseca, Igor Rabello e Gilson; Bruno Silva, Dudu Cearense, Matheus Fernandes e Leandrinho (Pachu); Guilherme (Fernandes) e Sassá (Vinicius Tanque). Técnico: Jair Ventura.
image
Luis Fabiano vai para torcida após balançar as redes- Fotos: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

domingo, 9 de abril de 2017

VASCÃO EMPATA COM O URUBÚ E SE CLASSIFICA PARA A FINAL DA TAÇA RIO 2017

Após dois anos, Vasco e Flamengo voltaram a fazer mais um duelo do Clássico dos Milhões no Maracanã. Em partida realizada neste sábado (08/04), pela semifinal da Taça Rio, o Cruzmaltino empatou, sem gols, com o Rubro-Negro e garantiu a classificação por ter tido a melhor campanha na competição. O Gigante da Colina aguarda o vencedor de Botafogo e Fluminense, que se enfrentam neste domingo (09/04), no Nilton Santos. 

image
Muriqui teve duas grandes oportunidades no primeiro tempo- Fotos: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

O JOGO

O Clássico dos Milhões começou muito truncando no meio de campo. Com poucos espaços, ambas as equipes procuravam as jogadas de lançamento, mas sem muita eficácia. A primeira chance do Vasco veio dos pés de Nenê aos cinco minutos. O meia cobrou falta da intermediária, mas a bola parou nas mãos de Alex Muralha. 

Aos sete, o time cruzmaltino chegou mais uma vez. Após cruzamento rasteiro de Gilberto, Yago Pikachu, livre dentro da grande área, acabou chutando para fora. Ainda antes da parada técnica, o Almirante teve a melhor jogada na etapa inicial. A equipe vascaína trocou passes no campo de ataque até que Muriqui recebeu, entrou na área pelo lado esquerdo de ataque e chutou no canto, tirando de Muralha, mas a bola foi para fora.

image
Nenê em ação contra o Flamengo na semifinal da Taça Rio- Fotos: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Do outro lado, o Flamengo pouco levou perigo ao gol de Martin Silva. O Rubro-Negro chegou através de cobranças de faltas perto da área, mas não teve grandes oportunidades. Com a partida pegada até os 45 minutos finais do primeiro tempo, as equipes foram para o vestiário sem alterar o placar no Maracanã. 

A etapa complementar começou mais movimentada. Precisando da vitória, o Flamengo buscava mais o jogo e começou a dar espaços para o Vasco. Aos quatro minutos, o Cruzmaltino saiu em contra-ataque puxado por Nenê. O meia deu passe em profundidade para Muriqui, que cruzou rasteiro, mas a zaga afastou. 

O Vasco tentou buscar as jogadas de contra-ataque, mas pecou no último passe. O Flamengo chegou algumas vezes ao gol de Martin Silva, mas o goleiro se destacou com grandes defesas. Com o empate em 0 a 0, o Cruzmaltino garantiu a classificação para a final da Taça Rio.
FICHA TÉCNICA - VASCO 0X0 FLAMENGO
Competição: Semifinal da Taça Rio 2017
Local: Maracanã
Data: 8 de abril de 2017
Horário: 18h30 (Horário de Brasília)
Público presente: 24.616
Pagantes: 21.895
Renda: R$ 932. 070, 00
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães 
Assistentes: Luiz Claudio Regazone e Michael Correia
Cartões amarelos: Rodrigo, Martin Silva e Andrezinho (Vasco)/ Gabriel e Willian Arão (Flamengo)
VASCO: Martin Silva; Gilberto, Rodrigo, Rafael Marques e Henrique; Jean (Julio dos Santos), Douglas, Yago Pikachu, Nenê e Andrezinho (Kelvin); Muriqui (Wagner). Técnico: Milton Mendes.
Flamengo: Alex Muralha; Rodinei (Ronaldo), Donatti, Rever e Trauco; Márcio Araújo, Willian Arão, Diego, Gabriel (Leandro Damião) e Mancuello (Berrío); Paolo Guerrero. Técnico: Zé Ricardo.

segunda-feira, 3 de abril de 2017

Vasco bate Nova Iguaçu e garante classificação na Taça Rio e no Carioca

Em jogo muito disputado no Estádio de Moça Bonita, na tarde deste domingo (02/04), o Vasco venceu o Nova Iguaçu por 2 a 0, pela útima rodada da Taça Rio. Os gols de Rafael Marques e de Yago Pikachu garantiram a classificação da equipe vascaína às semifinais da da competição e também do Campeonato Carioca. Na próxima fase do segundo turno, o Gigante da Colina irá encarar o Flamengo, dia 9, com vantagem do empate. Já na semifinal do Estadual, o Cruzmaltino irá encarar o Fluminense, dia 23. 

image
Douglas em ação contra o Nova Iguaçu - Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br
O JOGO

O Vasco começou a partida com tudo pressionando bastante no ataque. A chegada inicial vascaína aconteceu aos 3 minutos, quando Gilberto tabelou com Nenê e chegou livre pela linha de fundo. O lateral-direito tocou para a área, mas o goleiro Jefferson apareceu para cortar. Na sequência, em jogada ensaida no escanteio, Yago Pikachu tentou pela direita e chutou forte para o gol, com a bola passando por cima.

Buscando o seu primeiro gol pelo Vasco, Luis Fabiano fez boa jogada aos 9 minutos, recebendo a bola na entrada da área, limpando a jogada e chutando por cima. O gol vascaíno aconteceu aos 38 minutos, quando Nenê cobrou escanteio na área, e Rafael Marques apareceu bem para marcar, sem chances de defesa. Nova Iguaçu 0x1 Vasco.
image
Nenê é marcado de perto por adversário - Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

O Gigante da Colina manteve a postura no segundo e não deu espaços para a equipe do Nova Iguaçu. Logo no início, Nenê bateu escanteio na área, Douglas finalizou e Caio Cezar cortou a bola quase que em cima da linha. No minuto seguinte, o camisa 10 tentou um chute de longa distância, que quase encobriu o goleiro Jefferson.  

O time de São Januário teve muitas chances de marcar, dentre elas, a linda cabeçada de Luis Fabiano aos 22 minutos, que caprichosamente não entrou no gol. Mas de tanto tentar, o Cruzmaltino foi presenteado aos 30 minutos, quando Nenê encontrou Yago Pikachu livre na área para somente empurrar a bola para o gol e marcar o gol, garantindo assim a vitória em Moça Bonita: 2 a 0.

image
Yago Pikachu marcou no segundo tempo pelo Vasco - Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

sexta-feira, 31 de março de 2017

VASCÃO VENCE O BOA VISTA EM SÃO JANUÁRIO E DÁ UM PASSO IMPORTANTE PARA A CLASSIFICAÇÃO DA TAÇA RIO

Em jogo válido pela quinta rodada da Taça Rio, o Vasco venceu o Boavista, por 1 a 0, na noite desta quinta-feira (30/03), em São Januário. O gol foi marcado por Douglas ainda na etapa inicial. Com o resultado, o Gigante da Colina chega aos nove pontos e sobe para a segunda posição do Grupo C e a terceira no geral. Na próxima rodada, os comandados de Milton Mendes vão enfrentar o Nova Iguaçu, domingo (02/04), às 16 horas, em Moça Bonita.

O JOGO
O confronto entre Vasco e Boavista foi marcado por forte chuva em São Januário. Por conta do dilúvio, a partida começou atrasada e, quando a bola rolou, as poças atrapalharam o desenrolar da partida.
A primeira grande oportunidade vascaína surgiu aos 18 minutos. Após lançamento de Escudero, Douglas cabeceou, Rafael defendeu e, no rebote, o próprio camisa 5 completou para o gol: VASCO 1 a 0

O Vasco foi perigoso novamente aos 29 minutos. Muriqui, que entrou no lugar de Thalles na parada técnica, encontrou Yago Pikachu entrando na grande área e o jogador arriscou o chute, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora. Sem mais chances, o time vascaíno foi para o vestiário com o placar mínimo.

image
Douglas comemora o gol marcado na partida - Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Na etapa complementar, ambas equipes conseguiram colocar a bola no chão. Logo nos primeiros minutos, Douglas arriscou o chute de fora da área e a bola passou rente a trave de Rafael. Aos 18, Yago Pikachu recebeu dentro da grande área, limpou o lance e acabou batendo em cima do goleiro. 

Quando o cronômetro marcava 28 minutos, Nenê arriscou o chute de fora da área e a bola passou a esquerda do gol. Com o placar favorável, o Vasco tinha tranquilidade para sair jogando, mas não conseguiu chegar com mais perigo. Do outro lado, a equipe de Saquarema apenas se defendia e tentava arriscar no contra-ataque, mas sem perigo. Controlando a partida, o Gigante da Colina conquistou uma vitória importante por 1 a 0. 

image
Yago Pikachu teve oportunidade de marcar o segundo gol da partida - Foto: Paulo 

segunda-feira, 27 de março de 2017

Vasco luta até o fim e empata com o Flamengo no Mané Garrincha

Pela quarta rodada da Taça Rio, Vasco e Flamengo empataram em 2 a 2, no Estádio Mané Garrincha. Yago Pikachu e Nenê marcaram para os vascaínos, e Willian Arão e Berrío descontaram para o rival. Com o resultado, a equipe vascaína está na quarta colocação, com seis pontos, no Grupo C.

O JOGO

O Vasco começou ligadíssimo no clássico contra o Flamengo. Bastante presente no ataque, o Cruzmaltino criou  a primeira chance aos 5 minutos, quando Nenê cobrou falta na área, o rubro-negro tentou cortar e a bola sobrou nos pés de Andrezinho, que finalizou com muito perigo.
De tanto insistir, o Gigante da Colina marcou o gol aos 15 minutos. Luis Fabiano dividiu com Réver no ataque, a bola sobrou para o camisa 10 vascaíno, que cruzou na área, e Yago Pikachu se antecipou para mandar a bola para o fundo da rede: 1 a 0.
Na metade do primeiro tempo, houve queda de luz no Mané Garrincha, que paralisou o partida durante oito minutos. Com a energia reestabelecida, o rubro-negro voltou pressionando no ataque e chegou a assustar o Vasco em algumas oportunidades, mas pararam no setor defensivo vascaíno. 


image
Jean e Willian Arão em disputa pela bola durante o clássico - Foto: Divulgação

Na segunda etapa, o atacante Luis Fabiano foi expulso aos 8 minutos. Após cometer falta em Márcio Araújo, o árbitro deu cartão vermelho ao jogador por reclamação. Com o Vasco jogando com dez, o Flamengo cresceu e foi só pressão no ataque.

Aos 14 minutos, Mancuello cobrou escanteio, e Willian Arão subiu para cabecear e empatar o clássico no Estádio Mané Garrincha: 1 a 1. Na sequência, aos 19 minutos, Berrío, em chute dentro da área, virou o jogo para os rubro-negros: 2 a 1. 

Lutando até o fim, o Gigante da Colina conseguiu arrancar o empate. Aos 47 minutos, o árbitro marcou pênalti para o Vasco. Na cobrança, Nenê bateu com categoria e garantiu o empate para os vascaínos: 2 a 2. 

image
Nenê comemora gol de empate com Rafael Marques - Foto: Nelson Costa/Vasco.com.br

FICHA TÉCNICA – FLAMENGO 2X2 VASCO
Competição: 4ª Rodada da Taça Rio 2017
Local: Estádio Mané Garrincha, Brasília
Data: 26 de março de 2017
Horário: 18h30 (Horário de Brasília)
Público presente: 28.071 / Pagantes: 28.071  
Renda: R$ 1.279.720,00
Árbitro: Luis Antonio Silva dos Santos
Assistentes: Daniel do Espírito Santo Parro e Diego Luiz Couto Barcelos
Cartões amarelos: Everton e Willian Arão (Flamengo) / Jean, Jordi, Luis Fabiano, Jomar e Douglas (Vasco)
Cartão vermelho: Luis Fabiano (Vasco)
Gols: Willian Arão (14'/2º Tempo) e Berrío (19'/2º Tempo) - Flamengo / Yago Pikachu (16'/1º Tempo) e Nenê (49'/2º Tempo) - Vasco
Flamengo: Muralha, Pará, Réver (Léo Duarte), Rafael  Vaz e Renê; Márcio Araújo, Willian Arão e Mancuello (Lucas Paquetá); Berrío (Marcelo Cirino), Everton e Leandro Damião. Técnico: Zé Ricardo
VASCO: Jordi; Gilberto, Jomar, Rafael Marques e Henrique; Jean (Thalles), Douglas, Yago Pikachu (Manga Escobar), Nenê e Andrezinho (Escudero); Luis Fabiano. Técnico: Milton Mendes

sábado, 25 de março de 2017

VASCÃO VENCE O MADUREIRA NA ESTREIA DE MILTON MENDES

image
Henrique em ação durante partida contra o Madureira - Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

O JOGO
Precisando vencer para se manter na briga por uma vaga na semifinal da Taça Rio, a equipe vascaína foi para cima do Madureira. Aos 8 minutos, Nenê iniciou jogada ensaiada tocando para Andrezinho, que encontrou Yago Pikachu livre, mas acabou sendo desarmado no momento da tentativa de finalização.

Se defendendo bem e sem dar espaços ao adversário, o Gigante da Colina chegou novamente aos 16 minutos, quando o camisa 10 tocou boa bola para Luis Fabiano, que dominou e chutou para fora. O gol da equipe cruzmaltina saiu um minuto depois, após Jordi cobrar tiro de meta, e Jorge Fillipe falhar na zaga, deixando a bola nos pés de Yago Pikachu, que com sabedoria, driblou o goleiro Rafael Santos e marcou o primeiro dos vascaínos. 

Bastante ativo na partida, Nenê ainda teve mais dois bons lances ofensivos, aos 31 e aos 37 minutos, mas o placar se manteve com vantagem mínima para o time de São Januário na primeira etapa.

image Yago Pikachu comemora gol na partida - Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

O segundo tempo foi de muitas oportunidades para os vascaínos e de manutenção da boa defesa. O Madureira pouco chegou no gol de Jordi, que não teve muito trabalho. Fabuloso apareceu bem, mostrou disposição em lances importantes e por pouco não guardou o seu primeiro gol pelo Vasco.

A melhor oportunidade de Luis Fabiano aconteceu ao 27 minutos. O atacante roubou a bola e correu pela direita, finalizando e obrigando Rafael Santos a fazer uma defesa importante. O Gigante da Colina soube manter padrão de jogo e garantiu uma vitória importante na Taça Rio.

Após o apito final, o técnico Milton Mendes reuniu os jogadores no centro do gramado e todos juntos agradeceram ao apoio dos torcedores durante todo o duelo na Colina Histórica.

image
Fabuloso deu trabalho para a defesa do Madureira - Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

quinta-feira, 2 de março de 2017

Vasco vence o Vila Nova no Serra Dourada e avança para a 3ª fase da Copa do Brasil


Pela segunda fase da Copa do Brasil, o Vasco venceu o Vila Nova por 2 a 1 em partida realizada na noite desta quarta-feira (01/03), no Serra Dourada, em Goiânia. O resultado garantiu a classificação do Gigante da Colina para a próxima fase da competição, onde enfrentará o Vitória, nos dias 8 e 15 de março. Thalles e Wagner marcaram para os vascaínos e Wallyson, de pênalti, descontou para o time da casa.

image
Com muita disposição, Thalles persegue adversário durante a partida - Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br

O JOGO

O primeiro tempo começou com domínio do Vasco. Com três zagueiros, o Vila Nova apostou nos contra-ataques, mas esbarrou na boa marcação vascaína. Na primeira grande oportunidade, o Gigante da Colina não desperdiçou! Aos 15 minutos, Henrique foi à linha de fundo e cruzou na medida para Thalles, que de primeira, finalizou com muita categoria para o fundo do gol, sem chances para Wendell: 1 a 0.

A equipe da casa conseguiu assustar pela primeira vez em um lance de bola parada. Aos 22 minutos, Wallyson chutou muito forte de longa distância e obrigou Martín Silva a fazer grande defesa. O empate do Vila Nova aconteceu aos 31 minutos. O árbitro interpretou como pênalti o desvio de Gilberto em cruzamento de Brunão na área vascaína. Na cobrança da penalidade, Wallyson não desperdiçou e deixou tudo igual no placar: 1 a 1.

image
Luan em ação contra o Vila Nova - Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br

Precisando do resultado positivo para avançar de fase da Copa do Brasil, ambas equipes apostaram em uma forte marcação no segundo tempo. O bloqueio defensivo do Vila Nova foi muito grande, e os vascaínos só conseguiram chegar perto do gol em finalizações de longa distância.

Muito bem na partida, Thalles apareceu aos 39 minutos pela lateral-esquerda. O atacante cruzou na área, e Brunão, do Vila Nova, acabou desviando para a cabeça de Wagner, que empurrou para o fundo do gol e garantiu a classificação do Gigante da Colina fora de casa: 2 a 1.

FICHA TÉCNICA – VILA NOVA 1X2 VASCO

Competição: 2ª Fase da Copa do Brasil
Local: Serra Dourada
Data: 1º de março de 2017
Horário: 21h45 (Horário de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS) 
Assistentes: Welio Nepomuceno de Andrade Júnior (RS) e Leirson Peng Martins (RS)
Cartões amarelos: Everton e Alemão / Thalles, Gilberto, Henrique, Jean
Gols: Wallyson (31'/1ºTempo) - Vila Nova / Thalles (15'/1º Tempo) e Wagner (39'/2º Tempo) - Vasco
Vila Nova: Wendell; Maguinho, Wesley Matos, Brunão e Jonathan; Fagner, Alemão, Billy e Everton (Marcos Serrato); Moisés (Hiroshi) e Wallyson. Técnico: Mazola Júnior 
VASCO: Martin Silva, Gilberto (Yago Pikachu), Rodrigo, Luan e Henrique; Jean, Douglas, Andrezinho (Escudero) e Wagner; Kelvin (Guilherme) e Thalles. Técnico: Cristóvão Borges

sábado, 11 de fevereiro de 2017

Com dois gols de Nenê, Vasco bate Santos-AP e avança na Copa do Brasil

Estreia com vitória! Com dois gols de pênalti de Nenê e boa atuação do time, o Vasco bateu o Santos-AP, por 2 a 0, e se classificou para a próxima fase da Copa do Brasil. Com o resultado, a equipe vascaína aguardará o vencedor do confronto entre Fast-AM e Vila Nova-GO, que se enfrentam no próximo dia de 16 fevereiro. No domingo (12/02), o Gigante da Colina enfrentará o Volta Redonda, às 19h30, no Raulino de Oliveira, pela quarta rodada da Taça Guanabara.

image
Guilherme Costa, que domina a bola (foto), sofreu os dois pênaltis da partida - Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br
O JOGO

Com domínio total do Vasco na partida, Martín Silva quase não trabalhou. A primeira grande oportunidade surgiu aos 15 minutos, quando Thalles chutou bem e a bola acabou saindo pela linha de fundo. Veloz no ataque, o Gigante da Colina quase conseguiu o primeiro gol na sequência. Em cobrança de falta de Nenê, Bruno Gallo apareceu para chutar, e Thalles ajeitou a bola para Guilherme Costa, que finalizou no travessão.

Aos 20 minutos, Guilherme Costa fez grande jogada e foi derrubado por Dedé na área. Na cobrança da penalidade, Nenê, com muita categoria, marcou o primeiro gol vascaíno. Após balançar as redes, o time carioca administrou a vantagem na etapa inicial e foi para o intervalo com vitória parcial por 1 a 0.

image
Alan em ação contra o Santos-AP - Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br

O técnico Cristóvão Borges promoveu duas mudanças no intervalo: Muriqui e o estreante Kelvin nos lugares de Escudero e Thalles, respectivamente. Kelvin não demorou a mostrar a que veio, pois logo aos quatro minutos protagonizou um bonito lance pela esquerda, pedalando, passando pela marcação e cruzando na área para o corte da zaga do Santos-AP.

Após a entrada do lateral-direito Gilberto no lugar de Yago Pikachu, o time vascaíno começou a ganhar em velocidade. Aos 26 minutos, o jogador passou pelo adversário e tocou para Guilherme Costa, que ajeitou para Kelvin bater para o gol com muito perigo. Na sequência, Guilherme que teve a chance de marcar e desperdiçou. Aos 28 minutos, mais uma boa jogada de Gilberto. O lateral apareceu em velocidade e tocou para Kelvin, que livre, chutou à esquerda da trave de Axel.

Pressionando muito, mas sem conseguir marcar, o Cruzmaltino ampliou aos 45 minutos, após Guilherme Costa sofrer mais uma penalidade e Nenê cobrar com categoria para o fundo do gol: 2 a 0.

imageCom categoria, Nenê marca o segundo gol do Vasco - Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

O atacante colombiano Andrés Escobar (Manga) é o sétimo reforço do Vasco para 2017

O colombiano Andrés Escobar (Manga) é o sétimo reforço confirmado pelo Vasco para esta temporada. Com passagens por grandes clubes internacionais (Atlético Nacional, Millonarios, Deportivo Cali, Dínamo de Kiev) e também pela Seleção de base da Colômbia, o jogador chega para ser mais uma opção no setor ofensivo do clube.

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

VASCÃO VENCE O RESENDE EM SÃO JANUÁRIO DE VIRADA PELO PLACAR DE 2 A 1


Pela 3ª rodada da Taça Guanabara, o Vasco venceu o Resende, de virada, por 2 a 1, em seu primeiro jogo em São Januário neste ano. Após sofrer gol de Kiros no primeiro tempo, o Gigante da Colina marcou com Escudero e Thalles na segunda etapa. Com o resultado, o time vascaíno chega aos seis pontos, se mantendo na segunda colocação do Grupo C, atrás do Fluminense. O próximo jogo do Cruzmaltino será contra o Santos-AP, dia 9, na Arena das Dunas, pela Copa do Brasil.

Diante do Gigante da Vale, vale ressaltar, o treinador Cristóvão Borges escalou o time titular com seis jogadores formados na base vascaína: Luan, Alan, Bruno Gallo, Evander, Guilherme Costa e Thalles.

image
Nenê é marcado de perto por adversário - Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br
O JOGO

Com menos de 30 segundos de partida, o goleiro Martín Silva foi exigido. Aproveitando erro do Vasco, Kiros finalizou cruzado cara a cara com o uruguaio, que salvou o Gigante da Coliina. Minutos depois, o camisa 1 teve que aparecer novamente para defender chute de Jhullian dentro da área. De tanto insistir, o Resende abriu o placar aos 8 minutos. Muriel chegou na linha de fundo e cruzou com precisão na cabeça de Kiros, deixando o adversário na frente: 1 a 0.

Após o gol, o time vascaíno mudou de atitude e melhorou a marcação. Explorando muito as laterais, Alan e Yago Pikachu foram mais acionados. Com boa participação, Thalles teve algumas chances de marcar, mas esbarrou no goleiro Arthur. A melhor oportunidade do Gigante da Colina na primeira etapa foi aos 31 minutos, quando Nenê cobrou falta na área, o goleiro deu rebote e Guilherme chutou com muita força por cima.
image
Escudero marcou o primeiro gol da equipe vascaína - Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

No intervalo, o técnico Cristóvão Borges colocou o estreante Jean no lugar de Evander e Rafael Marques substituiu Rodrigo. Dando uma resposta aos torcedores, o Gigante da Colina empatou em bela jogada trabalhada aos dois minutos. O craque Nenê recebeu na ponta e tocou para Yago Pikachu, que se infiltrou na área e tocou para Escudero empurrar para o gol: 1 a 1.

A pressão vascaína aumentou e os vascaínos quase viraram o jogo aos 8 minutos. Após Guilherme sofrer falta, Nenê cobrou na trave com muita categoria. Melhor ofensivamente e defensivamente, o goleiro Martín Silva protagonizou um lance curioso aos 13 minutos, quando saiu da área, roubou a bola de Rogerinho e ainda sofreu falta, fazendo o adversário receber o cartão amarelo.

Após muitas tentativas sem sucesso, o atacante Thalles foi presenteado aos 40 minutos. Muriqui, que entrou na partida após a parada técnica, chegou com perigo pela ponta e cruzou para Thalles bater de primeira e garantir a vitória do Vasco sobre o Resende: 2 a 1.

image
Thalles disputa bola aérea durante partida. Atacante mostrou muita disposição - Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

sábado, 4 de fevereiro de 2017

Kelvin é apresentado oficialmente pelo Vasco: "Estou muito feliz"

Mais um reforço confirmado na Colina! Após ser anunciado na sexta-feira (03/02), o atacante Kelvin foi apresentado oficialmente pelo Vasco após o treinamento da equipe, na manhã deste sábado (04/02), em São Januário. O presidente Eurico Miranda falou sobre a chegada do jogador e afirmou que o time brigará nas primeiras posições das competições em 2017.

- Cumprindo promessa feita publicamente, estou apresentando outro jogador. Tinha prometido que iria apresentar cinco, estou apresentando o sexto hoje. É um jogador que a gente já queria há um tempo. Estou cumprindo minha promessa que esse time, como disse antes, vai disputar nas cabeças. Segunda-feira talvez apresente mais dois, por aí. Kelvin dispensa apresentação, vamos fazer uma ação simbólica - afirmou.

image
Atacante Kelvin, presidente Eurico Miranda e Eurico Brandão Miranda, vice-presidente de futebol - Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Kelvin falou sobre os primeiros contatos com os companheiros e membros da comissão técnica. O novo reforço rasgou elogios à estrutura do clube.

- Já tive esse contato com companheiros, desde o aeroporto quando cheguei fui muito bem recepcionado, isso já transmite confiança. Vasco tem uma estrutura muito boa que não conhecia, tinha outra visão. É um clube muito organizado aqui dentro, tenho certeza que isso vai ajudar. Eu tenho recebido muitas mensagens da torcida nas redes sociais dos torcedores, me passando confiança - salienta.

Em recado aos torcedores, o atacante ressalta que vai dar o seu máximo ao clube para conseguir marcar gols e fazer a diferença no Vasco.

- Podem esperar muita garra, vontade de vencer. Vou procurar fazer bons jogos e ajudar o Vasco. Estou muito feliz por representar essa camisa - finaliza.

image
Kelvin mostra alegria ao vestir a camisa do Vasco - Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Atacante Kelvin acerta com o Vasco

O atacante Kelvin é o sexto reforço confirmado pelo Vasco para esta temporada. Com passagens por São Paulo, Palmeiras e Paraná, o jogador estava no Porto (POR) antes de acertar a sua transferência para o Vasco. O atleta tem passagem pela Seleção Brasileira de base, onde conquistou o Torneio Internacional da China em 2014.

image

O VOLANTE JEAN E O LATERAL GILBERTO FORAM APRESENTADOS OFICIALMENTE EM SÃO JANUÁRIO NESTA SEXTA DIA 02/02/2017

image
Jean, Eurico Brandão Miranda e Gilberto- Fotos: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

O Vasco da Gama apresentou na tarde desta sexta-feira (03/02), em São Januário, dois novos reforços para a temporada de 2017: o lateral-direito Gilberto e o volante Jean. Os jogadores vestiram a camisa cruzmaltina pela primeira vez e concederam entrevista coletiva ao lado do vice-presidente de futebol Eurico Brandão Miranda. O dirigente exaltou as contratações.

- Tenho muito prazer em apresentar esses dois atletas. Seguimos a linha de trazer jogadores com passagem pela Seleção Brasileira. O Jean é um atleta que a gente está confiando muito, chega bem recomendado. É aquilo que sempre falo: temos que avaliar o atleta pelo rendimento em campo. Ele está tendo uma grande oportunidade e vai corresponder. O Gilberto é mais rodada em termos de transferência e vai nos ajudar muito. Estamos qualificando ainda mais o nosso grupo - declarou o vice-presidente de futebol.
image
Gilberto exaltou a oportunidade de vestir a camisa cruzmaltina

Natural do Rio de Janeiro, Gilberto retorna ao futebol carioca após duas temporadas atuando na Itália, onde jogou por Fiorentina, Hellas Verona e Latina. Revelado pelo Botafogo, o lateral-direito acumula passagem pelas Seleções Brasileira de base e não escondeu a satisfação ao comentar a oportunidade de defender o Gigante da Colina. O jogador de 23 anos acredita que 2017 será a temporada da sua vida.

- Estou muito feliz por ter acertado com o Vasco e estar aqui hoje. Desde quando cheguei, fui muito bem recebido por diretoria e companheiros. Esse é o ano da minha vida, ano de aparecer ainda mais para o futebol vestindo a camisa de um grande clube, como é o Vasco. Essa oportunidade que estou recebendo é muito grande, sei o tamanho dela e vou procurar agarrá-la. Espero fazer um grande ano com o Vasco - declarou Gilberto.
image
Jean exibe a cruz de malta com orgulho durante a coletiva

Ao contrário do companheiro, Jean não chegou a atuar no velho continente, mas possui no currículo uma passagem pelo futebol argentino, onde defendeu as cores do Estudiantes. Antes de acertar a transferência para o clube de São Januário, o volante de 22 anos integrava o elenco do Corinthians. Durante a apresentação, o jovem jogador elogiou a receptividade de todos na Colina Histórica.

- Agradeço a Deus a oportunidade de estar aqui hoje. Fui recebido muito bem por todos e isso mostra a grandeza do Vasco. A minha decisão desde o início foi vir para cá. É uma oportunidade grande para a minha carreira, para a minha vida. É um orgulho vestir a camisa de um clube grande, com uma enorme massa de torcedores. Qualquer um gostaria de estar no meu lugar aqui hoje. Vou buscar corresponder dentro de campo - afirmou Jean.

Gilberto e Jean realizaram exames médicos na última quinta (02) e já treinaram forte na tarde desta sexta (03). Os atletas estão regularizados e à disposição do treinador Cristóvão Borges para a partida do próximo domingo (05), às 17 horas, contra o Resende, em São Januário. A presença ou não dos reforços, entretanto, só será definida neste sábado (04), quando o Almirante realiza o último treino antes da partida.
image
Jean e Gilberto treinaram nesta tarde em São Januário- Fotos: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br

VASCÃO VENCE O BANGÚ POR 3 A 1 PELA 2ª RODADA DA TAÇA GUANABARA



segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Pioneiro, Vasco vence Rosario Central (ARG) e conquista a Libertadores de Beach Soccer

image
Elenco campeão: Rafa Padilha, Alan, Antonio, Catarino, Lukinhas, Rafinha, Bokinha, Jordan, Lucão, Jorginho, Mauricinho e Cesinha / Fábio Costa (técnico), Fabricio Santos (Auxiliar técnico e Preparador de goleiros) e Felipe (Analista de desempenho/marketing) - Foto: Marcello Zambrana

Incendiou e conquistou o continente! O Vasco da Gama goleou o Rosario Central (ARG) por 8 a 1 e levantou a taça da Copa Libertadores da América de beach soccer na primeira edicão da competição. Os gols do "Trem Bala da Areia" foram marcados por Mauricinho (3), Bokinha (3), Luquinhas e Rafinha. Pelo lado argentino, Damico descontou. O torneio foi realizado na praia do Gonzaga, em Santos (SP). 

Com uma campanha impecável, o clube carioca colocou mais um troféu em sua galeria neste ano que acabou de começar. Uma semana após conquistar o Brasileirão, o Vasco deu show na competição sul-americana. Foram seis vitórias em seis jogos, 52 gols feitos e apenas 11 sofridos. Para completar, o artilheiro da Libertadores foi o atacante Bokinha com 12 gols.

Com mais esse título, o Gigante da Colina mantém a soberania do Beach Soccer nacional com os seguintes títulos: campeão Estadual, do Rio-São Paulo, Circuito Brasileiro, Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro, Libertadores e Mundial.

image
Com 12 gols, Bokinha foi o artilheiro da Libertadores de Beach Soccer - Foto: Marcello Zambrana

image
Mauricinho marcou três gols na partida - Foto: Marcello Zambrana
Trajetória do Vasco na Libertadores de Beach Soccer

Grupo A - Vasco da Gama (Brasil), Club Malvin (Uruguai), Club Deportes Iquique (Chile), Hamacas FC (Bolívia) e Reales Miranda (Venezuela)
Grupo B - Puerta del Lago (Paraguai), Rosario Central (Argentina), Punta Hermosa (Peru) e Santa Marta (Colômbia)

Segunda-feira - 9 de janeiro

Club Malvin (URU) 8 x 6 Hamacas FC (BOL) 
Reales Miranda (VEN) 1 x 7 Vasco da Gama (BRA) 

Terça-feira - 10 de janeiro

Rosario Central (ARG) 4 x 5 Punta Hermosa (PER) 
Hamacas FC (BOL) (3p) 4 x 4 (2p) Reales Miranda (VEN) 
Santa Marta (COL) 4 x 2 Puerta del Lago (PAR) 
Club Malvin (URU) 4 x 6 Club D Iquique (CHI) 

Quarta-feira - 11 de janeiro

13h45 - Rosario Central (ARG) 4 x 2 Santa Marta (COL)
15h - Club D Iquique (CHI) 6 x 3. Reales Miranda (VEN)
16h15 - Puerta del Lago (PAR) 6 x 4 Punta Hermosa (PER)
17h30 - Vasco da Gama (BRA) 8 x 1 Hamacas FC (BOL)

Quinta-feira - 12 de janeiro

16h15 - Club Malvin (URU) 8 x 3 Reales Miranda (VEN)
17h30 - Vasco da Gama (BRA) 7 x 5 Club D Iquique (CHI)

Sexta-feira - 13 de janeiro

13h45 - Puerta Hermosa (PER) 3 (2) x 3 (0) Santa Marta (COL)
15h - Club D Iquique (CHI) 5 x 4 Hamacas FC (BOL)
16h15 - Puerta del Lago (PAR) 5 x 6 Rosario Central (ARG)
17h30 - Vasco da Gama (BRA) 11 x 2 Club Malvin (URU)

Sábado - 14 de janeiro

Semifinais
12h:  Rosario Central (ARG) 4 (3) x 4 (2) Deportes Iquique (CHI) - Semifinal 
13h15: Vasco da Gama (BRA) 11x1 Punta Hermosa (PER) - Semifinal 

Domingo - 15 de janeiro

Final
14h - Vasco da Gama (BRA) 8x1 Rosario Central (ARG)

De virada, Vasco bate Barcelona de Guayaquil e encara o Corinthians na semifinal da Florida Cup

O primeiro grande desafio do Vasco na temporada 2017 terminou de forma positiva. Na reedição da final da Libertadores de 1998, o resultado foi o mesmo do jogo deciviso: 2 a 1 para o Gigante da Colina sobre o Barcelona de Guayaquil, no Central Broward Stadium, Florida, Estados Unidos. Em uma partida bastante disputada, a equipe adversária abriu o placar aos 23 minutos do primeiro tempo, com Washington Vera e, na sequência, Nenê, de pênalti, deixou tudo igual. No final da segunda etapa, Rodrigo, de cabeça, marcou o gol que classificou o Cruzmaltino para a semifinal da Florida Cup, onde enfrentá o Corinthians, na quarta-feira (18/01), às 22h (de Brasília), em Orlando.

O JOGO

O Vasco começou assustando o Barcelona de Guayaquil aos sete minutos. O atacante Thalles, após muita briga na entrada da área, ganhou a disputa e chutou à direita do gol adversário. Com mais força ofensiva, os vascaínos chegaram novamente aos 15 minutos, quando Muriqui aproveitou vacilo da defesa e, se não fosse o goleiro Banguera, teria marcado o primeiro gol do Gigante da Colina na partida.

Na metade da primeira etapa, o adversário começou a atacar com mais força. Aos 22 minutos, Vera começou jogada pelo meio e abriu para Esterilla, que cruzou na área. O próprio Vera aproveitou o cruzamento para abrir o placar contra o Vasco: 1 a 0. Não demorou muito para o Cruzmaltino empatar. Aos 28 minutos, Rodrigo sofreu pênalti e, Nenê, com muita categoria, bateu para empatar o jogo: 1 a 1.

image
Alan Cardoso fez boa partida pelo Vasco - Foto: Rafael Ribeiro/Florida Cup

No segundo tempo, o domínio do Gigante da Colina foi maior. Aproveitando o torneio de pré-temporada, o técnico Cristóvão Borges promoveu uma série de mudanças para testar a equipe, mas uma coisa não mudou: a qualidade de Nenê e a presença de área do zagueiro Rodrigo.

Aos 38 minutos, quando a partida já estava se encaminhando para as penalidades, o camisa 10 fez um cruzamento perfeito na área, e Rodrigo, de cabeça, desviou para o fundo da rede, garantindo a vitória vascaína por 2 a 1 e a classificação para a próxima fase da Florida Cup.

image

Torcida vascaína marcou presença no Estádio - Foto: Rafael Ribeiro/Florida Cup